Você está em » Economia
Em 23/08/2018 07:46:31

Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) mostram a criação de mais de 47 mil postos de trabalho com carteira assinada em julho. Seis de oito áreas de emprego no Brasil tiveram desempenho positivo. A maior foi no setor agropecuário, que criou 17.455 postos, seguido por serviços (+14.548), construção civil (+10.063), indústria de transformação (+4.993), serviços industriais de utilidade pública (+1.335 postos) e extrativa mineral (+702 postos).

Por região, foram abertos 24 mil postos de trabalho Sudeste; no Centro-Oeste, houve 9,9 mil novas carteiras assinadas; Nordeste, teve 7,1 mil; e Norte, 6,6 mil. Apenas a região Sul apresentou retração.

Entre as unidades da federação, 16 registraram saldo positivo na criação de empregos. São Paulo, com 15,3 mil postos, e Minas Gerais, com 10.332 novas vagas, foram o destaque no período.

O Caged também mostra aumento no salário médio de admissão, que ficou em R$1.536,12; e no de desligamento, que foi de R$1.692,42. O primeiro apresentou ganho real de R$ 0,40 e o segundo de R$ 2,18.

Fonte: Governo do Brasil, com informações do Ministério do Trabalho