Você está em » Economia
Em 21/02/2017 11:38:00

 

Para manter-se saudável e afastar o risco de mal estar durante e depois das festas de Carnaval, o folião não deve se esquecer de cuidados básicos com a saúde. Alimentação leve, uso de roupas frescas, de protetor solar, consumo de água frequente são as principais dicas indispensáveis para aproveitar o feriado. Confira como garantir a diversão na folia

Não deixe de se hidratar

Hidratação

O consumo de água e de alimentos leves e seguros deve ser prioridade para aquelas que vão curtir o Carnaval atrás dos blocos, na praia ou em lugares com muito sol. O ideal é consumir, no mínimo, dois litros de líquidos por dia, podendo variar dependendo do organismo de cada pessoa. Grávidas e mulheres que estão amamentando, por exemplo, precisam aumentar a ingestão. Sucos, chás e frutas naturais também podem entrar na contagem, mas preferência à água pura. O cuidado também deve ser redobrado na época da seca e em dias quentes.

Proteja-se do sol...

Protetor Solar

Além da água, o protetor solar é o outro produto que precisa acompanhar os foliões durante a festa. De acordo com especialistas, o protetor solar deve ser aplicado ainda em casa e reaplicado ao longo do dia a cada 2 horas, se houver muita transpiração ou exposição solar prolongada. Também é importante usar roupas que não incomodem e não esquentem.

e das doenças sexualmente transmissíveis

Preservativo

O procedimento mais indicado para evitar a transmissão de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) é o uso de camisinha nas relações sexuais. O Ministério da Saúde distribui nas festas de rua e também em postos de saúde de todo o País preservativos masculinos e femininos.

Prepare a viagem!

Vacina

Organizar-se com antecedência é a principal dica para quem vai viajar durante o Carnaval. No checklist, é importante o viajante conferir se está com a vacinação em dia, caso vá viajar para alguma área de risco. A orientação do Ministério do Turismo é ter atenção na hora de contratar os prestadores de serviços turísticos, como agências de viagem, guias de turismo, empresas de transporte e meios de hospedagem. 

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Saúde e do Ministério do Turismo