Você está em » Gestão
Em 03/09/2018 07:54:21

As tarifas de energia da Companhia de Eletricidade do Acre (Eletroacre) e das Centrais Elétricas de Rondônia (Ceron) deverão ter redução de 3,2% e 1,7%, respectivamente, após o leilão realizado nessa quinta-feira (30). A informação foi divulgada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), após a Energisa arrematar essas distribuidoras. A Boa Vista Energia, distribuidora em Roraima, que também foi leiloada, foi arrematada pelo Consórcio Oliveira Energia pelo preço mínimo e, por isso, não terá redução da tarifa.  

O diretor-geral da Aneel, André Pepitone, disse que a redução da tarifa das duas distribuidoras foi uma “grande vantagem”. “Isso é importante para as populações das respectivas áreas de concessão e, além de tudo, estamos viabilizando investimento", disse.

Com o leilão, a Eletrobras deixa de arcar com prejuízos da ordem de R$ 2,8 bilhões. Com graves deficiências operacionais e prejuízos financeiros, a liquidação das distribuidoras – se não fossem vendidas – traria o risco de abastecimento de energia nos três estados. A nova gestão vai beneficiar 3,1 milhões de habitantes, garantindo a prestação segura do serviço de distribuição de energia elétrica.

Para o ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, "as pessoas que vivem no Acre, em Rondônia e Roraima passarão a ter energia segura e a preço justo, que é o que nós, no Ministério de Minas e Energia, vimos trabalhando para garantir a todos os brasileiros”, disse.

Fonte: Governo do Brasil, com informações da Agência Brasil  e MME