Você está em » Política
Em 31/01/2017 10:29:00

FORMA-SE UMA OPOSICÃO AO GOVERNADOR

         O ex-senador  e virtuoso empresário João Vicente Claudino (sem partido) diz que formará o maior bloco oposicionista ao governador Wellington Dias (PT) da história política do Piauí. Como eventual candidato ao Poder Executivo em 2018, está correto nesse posicionamento. O Piauí, na verdade, precisa de opositores ao governador; uma tentativa, embora difícil, de tirá-lo do provável exercício do 4º mandato, de conformidade com as acomodações e alianças políticas presentesNeste momento, entretanto, Wellington é imbatível. Nenhum líder lhe fará sombra a ponto de derrotá-lo. Contudo, esse embrião de oposição que João Vicente quer estipular e concretizar  é necessário. O Piauí precisa, urgentemente, de outra alternativa política em contraposição ao enorme poderio do Governador. João Claudino está mesmo disposto a enfrentar esse poder grandioso do petista, montando esse forte bloco de oposição? O ex-senador organizou e desmontou o PTB. E agora se lança nesse novo projeto. Que este não fracasse como o anterior.

         Entretanto, não apenas João Vicente arma esse grupo de oposição. O ex-prefeito de Teresina, médico Silvio Mendes (ainda no PSDB), juntamente com algumas lideranças e com destino ao PP, desfiliando-se do PSDB e sob a tutela do Senador Ciro Nogueira e todo os seus liderados, poderão lançá-lo candidato ao governo em 2018. Não se sabe, porém, se o prefeito Firmino Filho (PSDB) vai apoiá-lo. O PP tem a vice-governadoria do Estado com Margarete Coelho. Será que o PP e Ciro vão perder esse cargo?

         O prefeito da capital, contudo, parece estar mais alinhado ao projeto do deputado Themistocles Filho (PMDB), como vice de Wellington e de aliança com o Palácio de Karnak do que com qualquer outra articulação política. Mas, os tucanos, são adversários históricos do PT.

         O ex-deputado João Henrique de Almeida (PMDB) está com o bloco na rua como postulante ao governo. Todavia, seu partido, não o apoia, tampouco o deputado Themistocles, bem como a maioria dos deputados estaduais, que está com o Presidente da Assembleia como futuro vice-governador  . É o PMDB já dividido.

         Outra batalha oposicionista é formada pelo ex-governador Wilson Martins (PSB) e o seu grupo, que também não vota em nenhuma circunstância no petismo. Wilson e Wellington foram aliados sendo Wilson seu vice.

         Por conseguinte, João Vicente, Silvio Mendes, Mão Santa, Ciro Nogueira, Firmino, João Henrique, Wilson Martins, Zé Filho (ainda no PPS) e Elmano Ferrer não votarão no petismo. Não fazem aliança com o PT. Entretanto, há um fato curioso nessa armação para 2018: o  ex-governdor, ex-senador e atual prefeito de Parnaiba, Mão Santa (PROS), também não votará no governador. É um radical contra o PT. Tem afinidade política com o prefeito Firmino.

         Ciro Nogueira (PP) filiará Silvio Mendes ao partido.  Inclusive, devendo acompanhá-lo, a esposa de Firmino, Lucy Silveira; conseqüentemente, nãodúvida do apoio de Firmino a Silvio Mendes, atualmente presidente da Fundação Municipal no governo de Teresina.

         O deputado Robert Rios (ainda PDT), maior oposicionista do Estado, também não vota no PT.

         O bloco da Assembleia Legislativa, liderado por Themistocles, parece hegemônico. E dentro do PMDB, não resta dúvida, já dividido para 2018.

         Portanto, se a oposição continuar nessas pegadas, com formação de um grande bloco adversário à sucessão do governador Wellington, não trabalhará mais com céu de brigadeiro, com serenidade e tranquilidade. Mas, com fortes ventos, trovões, relâmpagos e inundações, pondo em risco a sua hegemonia política para 2018; porém, de todos esses políticos de suposta oposição a Wellington, apenas Mão Santa tem apoio na massa popular, assim com o governador. Outro problema: todos querem ser eventual candidato ao governo no Estado. No entanto, se não se unirem em torno de um único nome, Wellington ganhará de goleada.  

 

Magno Pires é membro da Academia Piauiense de Letras, ex-Secretário da Administração do Piauí, ex-consultor jurídico da Companhia Antactica Paulista (Hoje AMBEV) 32 anos. Portal www.magnopires.com.br com 83.180.209 acessos em 7 anos e 3 meses, e-mail: magnopires_mp@yahoo.com.br.