Você está em » Economia
Em 05/06/2018 10:23:06

INÍCIO DA EXPLORAÇÃO DO GÁS  E DO  PETRÓLIO EM FLORIANO

 

Magno Pires

 

            A empresa Ouro Preto Óleo e Gás S/A iniciou em 21.5.2018 a execução da prospecção, com a perfuração do poço, para ratificar /ou comprovar a existência de gás e/ou petróleo na bacia sedimentar do rio Parnaíba, a partir do município de Floriano, e mais 54 territórios municipais.

            Na outra margem do rio, em território maranhense, na localidade Capinzal, uma empresa já faz a exploração, com a capitação e produção de gás. Por conseguinte, o Piauí dentro de 30 a 60 dias, conforme informação da empresa, poderá está incluído entre as regiões produtoras de gás e/ou petróleo do Brasil.

            Essa história da província mineralógica do Piauí vem desde 54, quando foram perfurados alguns poços, sem êxito, em Teresina e outras regiões pela Petrobrás. Os poços, porém, foram lacrados e tudo ficou suspenso; as informações deixaram de circular.

            Entretanto, aproximadamente, de uns três anos para cá, várias empresas começaram a fazer estudos, análises, pesquisas e diagnósticos, exatamente em vários municípios acima de Floriano e até Ribeiro Gonçalves e Baixa Grande de Ribeiro à procura da existência de gás e Petróleo. Todos só apostavam em gás, contudo, as empresas trabalham com os dois cenários. Não descartavam, também, a existência de petróleo, embora em Capinzal só tenha encontrado gás. Todavia, certamente, em quantidade bem acima do que supunham alguns técnicos.

            Desde bastante tempo, a Petrobrás sabe da ocorrência de gás e petróleo no Piauí. E suas reservas estão estimadas em 188 milhões de barris. Mas a estatal sempre mantém regido sigilo quanto a essa riqueza em solo piauiense, bem como quanto a cubagem das reservas

            Agora, porém, com o início dos trabalhos de prospecção, com perfuração do poço pioneiro, pela Ouro Preto, essas histórias do passado, verdadeiros e/ou fictícios, serão esclarecidas.

            Há três anos fiz uma pesquisa em Floriano e Marcos Parente sobre essa evidência da província mineralógica. Confirmei que as empresas que iriam trabalhar na área, estavam providenciando o treinamento, capacitação e seleção de 800 pessoas nas áreas de química, biologia, inglês, português, administração de escritório, marketing, segurança do trabalho e serviços gerais.

            Os cursos estavam sendo ministrados nas cidades de Marcos Parentes, Guadalupe, Floriano e São João dos Patos (Ma) pela Treinapetro (www.treinapetro.com.br); A carga horária de 403 horas, tendo Marcos Parente formada a primeira turma com 138 alunos, Guadalupe a segunda com 140. Ao todo seriam 800 profissionais treinados, capacitados e selecionados – reafirme-se.

            Soube, também, que 64 empresas estavam habilitadas a fazerem os trabalhos na prospecção de gás e petróleo no Piauí.

            O prefeito Joel Rodrigues, de Floriano, da já denominada capital do gás e do petróleo, está emprestando ao grupo petrolífero Ouro Preto todo o apoio institucional necessário à consolidação do êxito do empreendimento.

            Portanto, embora muitos piauienses descreem dessa iniciativa, achando que tudo é conversa do governo petista do Piauí (o que não procede),        que dentro de 30/60 dias o nosso Piauí vai continuar superando essa endêmica pobreza e ingressará no seleto clube dos Estados produtores de gás e petróleo.

 

Magno Pires é membro da Academia Piauiense de Letras, ex-Secretário da Administração do Piauí, ex-consultor jurídico empresarial da Companhia Antactica Paulista (Hoje AMBEV) 32 anos. Portal www.magnopires.com.br com 102.700.118 acessos em 8 anos e seis meses, e-mail: magnopires_mp@yahoo.com.br.