Você está em » Gestão
Em 15/03/2018 08:11:26

O Ministério da Saúde e a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) assinaram, na última terça-feira (13), o Termo de Cooperação Técnica para o Desenvolvimento de Ações.

O documento formaliza a prorrogação por mais cinco anos das ações voltadas à atenção básica, inclusive a atuação de profissionais de Cuba no programa Mais Médicos.

O termo prevê, ainda, a qualificação de médicos; a troca de experiências na área de atuação da atenção básica entre os profissionais brasileiros e intercambistas; além da ampliação do acesso à saúde.

Atualmente, o Mais Médicos beneficia 63 milhões de pessoas em mais de 4 mil municípios e 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas.

Força de trabalho nacional

O número de brasileiros formados no Brasil que atuam no programa Mais Médicos aumentou 38% em um ano: passou de 3,8 mil, em 2016, para 5,2 mil, em 2017. Do total de participantes, 8,5 mil (47%) são profissionais cubanos da cooperação com a Opas, 8,4 mil (46%) são brasileiros formados no Brasil ou no exterior, e 483 (3%) são intercambistas estrangeiros.

Fonte: Ministério da Saúde