Você está em » Gestão
Em 17/09/2018 08:52:09

Representantes do Arquivo Histórico da cidade alemã de Colônia chegaram nesta sexta-feira (14) ao Rio de Janeiro para compor a missão da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) que vai auxiliar a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) no resgate do acervo que não foi destruído pelo incêndio do dia 2 de setembro no Museu Nacional.

Em uma semana de trabalho no País, os dois profissionais irão avaliar a extensão dos danos ao acervo do Museu Nacional, para depois estimar o que pode passar por uma restauração. Após essa etapa, eles manterão contato e colaboração com a UFRJ. 

O governo português também prometeu apoiar a reconstrução do Museu Nacional. Em reunião com o ministro da Educação, Rossieli Soares, também nesta sexta-feira, em Lisboa, o ministro da Cultura de Portugal, Luís Filipe Castro Mendes, prometeu realizar levantamento para identificar acervos portugueses disponíveis que poderão, no futuro, ser transferidos para a instituição brasileira. Ficou definida ainda a ida da diretora-geral do Patrimônio Cultural de Portugal, Paula Araújo da Silva, ao Rio de Janeiro, em missão oficial, para iniciar as primeiras tratativas de apoio ao Brasil.

Na última quarta (12), a ministra da Cultura da França, Françoise Nyssen, anunciou o envio de quatro especialistas do setor em ações de salvaguarda do Museu.

Fonte: Governo federal, com informações do MEC e da Agência Brasil.