Você está em » Economia
Em 21/02/2017 11:43:00

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, afirmou nesta segunda-feira (20) que o programa Agro+ vai contribuir para aumentar a participação do País no mercado global do agronegócio. Ao participar do lançamento da etapa paulista do projeto, Maggi ressaltou que a intenção é criar caminhos para produtores acessarem o mercado internacional com menos burocracia.

Denominado de Agro Fácil, o programa tem como foco reduzir o custo das atividades do setor causado por regras fiscais antigas e que não são mais necessárias. Nesta linha, o ministro da Agricultura acredita ser possível aumentar em três pontos percentuais a participação brasileira na venda mundial de alimentos. “Hoje temos em torno de 6,97% desse mercado e queremos ir a 10%, ou melhor, precisamos ir a 10%”, afirmou.

A intenção do governo federal é fechar parcerias com as secretarias municipais e estaduais de agricultura. Desta forma, ao regionalizar o programa, há a expectativa de um ganho de eficiência que pode chegar a 0,2% do faturamento anual do setor, estimado em R$ 500 bilhões. Maggi espera que a implantação nacional se encerre no fim deste ano.