Você está em » Economia
Em 13/03/2018 22:05:03

Dando continuidade aos bons números registrados no ano passado, o comércio varejista entrou 2018 com renovada demonstração de força. Em janeiro, as vendas no setor avançaram 3,2%  em relação ao mesmo período do ano passado, registrando décimo mês consecutivo de crescimento.

Com esse resultado, as vendas do comércio varejista acumulam alta de 2,5% nos últimos 12 meses, a maior taxa desde novembro de 2014. Os dados foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta terça-feira (13).

Destaques

O resultado de janeiro foi disseminado entre as atividades comerciais: seis das oito atividades pesquisadas pelo IBGE apresentaram desempenho positivo na comparação com o mesmo período do ano passado.

Ao decompor esses dados, temos como destaque as vendas nos seguintes segmentos: artigos de uso pessoal e doméstico (+10,5%), artigos farmacêuticos e cosméticos (+5,4%), móveis e eletrodomésticos (+5,3%), equipamentos de escritório e informática (+4,2%), hipermercados e supermercados (+3,1%) e tecidos e vestuário (+0,2%).

Retomada à vista

Desde a implementação das reformas econômicas, como o teto dos gastos e modernização trabalhista, por exemplo, a confiança na economia brasileira aumentou e o Brasil ganhou condições de superar a recessão.

Com a queda da inflação, impulsionada pela queda no preço dos produtos alimentícios, e dos juros básicos, a população conseguiu manter o poder de compra, permitindo a retomada do consumo. Além disso, medidas microeconômicas, como a liberação das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), aqueceram a economia, preparando o terreno para a retomada do crescimento econômico.

Fonte: Governo do Brasil, com informações do IBGE